Escolha uma Página

O funil de vendas é um processo utilizado não apenas no marketing digital, mas em diversas outras áreas que precisam acompanhar a jornada que o cliente faz até chegar ao produto ou serviço oferecido pela empresa.

Ele pode ser dividido em várias etapas, sendo mais comum que haja uma divisão em três ou em quatro passos, onde esse potencial cliente vai ser atraído aos poucos para o destino que o funil deseja.

Embora pareça complicado e tenha que exigir do profissional de marketing ou da agência um conhecimento amplo sobre as estratégias, o funil de vendas pode ser facilmente compreendido pelo cliente – e nós sugerimos que você faça isso para saber o que e como cobrar da agência responsável pelos seus leads!

Abaixo, separamos cada uma das etapas do funil e as estratégias que mais combinam com elas. Confira!

 

O Funil de Vendas na Prática – O que ele muda na estratégia?

 

Antes de mais nada, precisamos explicar como funciona o Funil de Vendas na prática. Imagine que estamos falando de um caminho natural que será percorrido pelo o seu cliente ao entrar no seu site – abaixo falaremos de cada um dos passos que ele deve fazer.

Se esse caminho for percorrido no escuro, ou seja, não tiver sido planejado pela sua equipe de marketing, boa parte dos que tiverem acesso ao seu conteúdo podem simplesmente deixar a página sem realizar nenhuma ação.

Em linhas gerais, é importante saber como agir com cada um dos seus potenciais leads, ou seja, as pessoas que poderão comprar de você mais adiante.

 

Etapas do Funil de Vendas – Quais são elas?

 

As etapas do Funil de vendas podem ser divididas em três ou quatro, dependendo de cada estratégia. Hoje, vamos simplificar e dividir o funil em três etapas: topo, meio e fundo. Vamos lá!

  • Topo de funil

O topo de funil é a primeira etapa do seu potencial lead. É todo aquele conteúdo voltado para atrair pessoas ao site, com palavras-chave mais gerais, focadas em trazer um público e instigar a curiosidade dele.

Entre as estratégias que podem ser aplicadas no topo de funil estão: conteúdo de blog mais leve, com pouca linguagem técnica, claro e com bastante efeitos visuais, como imagens e vídeos.

Aqui, o conteúdo precisa ser mais direto, objetivo e facilmente compreendido por todos que acessarem o site. Nessa fase, o mais importante é entender que o seu leitor ainda não conhece a sua marca, não procurou por você ou pelo seu produto no Google e te encontrou por acaso, por meio de um texto que conversa com a dúvida dele, por exemplo.

  • Meio de funil

Já no meio do funil, estamos falando com quem tem interesse no que você vende, seja um serviço ou produto. É um lead que quer entender melhor sobre aquele universo, que precisa de dicas e de um conteúdo mais aprofundado, menos genérico e até um pouco mais técnico.

No meio do funil, existe um desejo de fechar negócio, que ainda precisa de um empurrãozinho para ser concretizado. Exemplos de estratégias de meio de funil são os artigos para blog mais específicos, e-books completos com informações sobre o produto ou o serviço e até vídeo-aulas.

  • Fundo de funil

Já no caso do conteúdo para fundo de funil, estamos falando com um cliente que quer aquele produto ou serviço, mas não sabe se vale a pena comprar de você. Exemplo: será a pessoa que digitará no Google palavras-chave específica, como “comprar um tênis da nike online”.

Ele quer saber exatamente como funciona o seu produto, porque ele é o ideal para aquele momento e quais são as vantagens em comprá-lo.

Alguns exemplos de estratégias de fundo de funil são: design de produtos com fotos e descrições claras, formulários de inscrição em cursos e outros.

Lembre-se: aqui, você deseja fechar negócio! O seu lead está querendo aquele serviço ou produto e precisa descobrir se escolher o seu é a melhor opção.

 

Como não errar na hora de montar o Funil de Vendas?

 

Errar nas estratégias do Funil de Vendas pode ser problemático, pois é possível que você acabe falando com um cliente de algo que ele ainda não sabe, por exemplo, ou que haja um conteúdo muito raso para um cliente que quer informações precisas. O resultado de uma má estratégia é o não-fechamento da venda, na maioria dos casos. Quando alguém entra no seu site e não encontra o que precisa, a primeira reação será fechar a página e procurar outra, certo?

Então, como mudar isso? Não existe uma resposta correta mas, se pudéssemos dar um conselho, seria que você sempre contasse com um profissional ou uma Agência de Marketing que tenha experiência nesse assunto.

Quando alguém está debruçado nas estratégias e possui estudos de caso, ele já está um passo à frente dos concorrentes e poderá evitar que os visitantes do seu site se percam e deixem de serem uma oportunidade de venda.

Nós da Agência Voo Digital temos experiência com as estratégias de marketing e podemos te ajudar. Separamos gratuitamente um infográfico com as etapas do funil de vendas e as estratégias ideais para cada uma delas. Baixe sem pagar nada e acesse sempre que se esquecer de como o processo funciona! Caso deseje um orçamento para que possamos cuidar do seu Marketing Digital, entre em contato conosco e agende uma reunião. E deixe seu comentário.

 

Renata Louzada, Redatora da Agência Voo Digital.

Somos uma Agência de Marketing Digital

O que é o funil de vendas e como ele funciona?
  • Readers Rating
  • No Rating Yet!
  • Your Rating


O funil de vendas é um processo que acompanhar a jornada que o cliente faz até chegar ao produto ou serviço oferecido pela empresa. Sabe como funciona ?

×
Receba nossas novidades. É gratuito!

Receba nossas novidades. É gratuito!

Qual o valor de uma boa informação? Inscreva-se e receba dicas de marketing digital que farão seu negócio decolar.

Parabéns você está no caminho certo!