Escolha uma Página

Poucos empreendedores conhecem essa tática, mas produzir mini-cursos por e-mail é uma forma bastante válida de transformar seus clientes e potenciais leads em verdadeiros fãs da sua marca.

Parecidos com os cursos tradicionais, porém, de curta duração, eles são ideais para atrair um público novo, fidelizar o antigo e mostrar a eles o quanto você ou sua empresa entendem de determinado assunto.

No texto de hoje, separamos algumas dicas para que fique mais fácil compreender como fazer a produção de mini-cursos por e-mail sem que seja necessário gastar muito. Confira!

 

Produzir mini-cursos por e-mail vale a pena?

 

Primeiro, precisamos explicar o porquê você deve produzir mini-cursos por e-mail. De forma geral, os e-mails de disparo são excelentes maneiras de atrair o seu cliente e de fazer com que ele se reverta em um lead.

Mas, nem sempre a propaganda direta traz bons resultados, especialmente na era em que estamos, onde as pessoas querem ter acesso a boas informações e não apenas à publicidade comum.

E é nesse contexto que os mini-cursos entram. Mais do que fazer propaganda da sua empresa, eles visam ajudar os seus clientes de alguma forma, seja explicando sobre um produto ou mesmo sobre o seu serviço.

É uma troca justa e honesta: você oferece conhecimento e o público conhece mais sobre o que sua empresa tem para oferecer.

Portanto, lembre-se de que sempre vale a pena investir em tudo que possa ajudar as pessoas interessadas no seu produto!

 

Como fazer mini-cursos por e-mail?

 

O processo para fazer mini-cursos por e-mail envolve muitas etapas e precisa de alguns profissionais, como o especialista em marketing, por exemplo. Mas, trouxemos dicas para quem já contratou alguém e quer saber o que cobrar ou para quem deseja se aventurar sozinho. Confira!

 

  • Sequência lógica:

 

Antes de mais nada, os seus disparos precisam seguir uma sequência lógica. Ou seja, é imprescindível que o curso seja coerente a cada vez que o lead receber uma nova informação. Para que isso seja possível e não haja perda de informações entre um disparo ou outro, pode ser interessante numerar os e-mails, informando em qual etapa o seu clientes está.

Se houver interesse, o lead poderá solicitar o e-mail anterior ou mesmo buscar na sua caixa de entrada – caso ele tenha se perdido nela. O importante é que o seu conteúdo seja claro e faça sentido lógico.

 

  • Encontre o assunto ideal:

 

Encontrar o assunto ideal pode ser a parte mais difícil para quem deseja produzir um mini-curso por e-mail. A dica é sempre encontrar o que os seus clientes mais desejam saber: uma boa maneira de fazer isso é observar o seu Google Analytics e descobrir quais os temas vem sendo mais procurados no seu site nos últimos anos.

Outra forma de decidir é definindo o produto ou serviço que você mais tem interesse em divulgar. Assim, o mini-curso passa a ser uma ferramenta de marketing para ele.

 

Lembre-se: seja qual for sua estratégia, procure um profissional de Marketing para que ele possa te ajudar!

Gostou das nossas dicas? Baixe nosso e-book e conheça mais ferramentas para o topo do funil de vendas!

E deixe seu comentário.

Renata Louzada, Redatora da Agência Voo Digital.

Somos uma Agência de Marketing Digital

Como produzir mini-cursos por e-mail? Dicas!
  • Readers Rating
  • No Rating Yet!
  • Your Rating


Poucos empreendedores conhecem essa tática, mas produzir mini-cursos por e-mail é uma forma bastante válida de transformar seus clientes e potenciais leads em verdadeiros fãs da sua marca.

×
Receba nossas novidades. É gratuito!

Receba nossas novidades. É gratuito!

Qual o valor de uma boa informação? Inscreva-se e receba dicas de marketing digital que farão seu negócio decolar.

Parabéns você está no caminho certo!